Ao longo dos anos, o sistema de transportes por ônibus vem sofrendo mudanças, algumas para melhor outras nem tanto. A pior de todas, com certeza, é a extinção ou alteração dos itinerários das linhas de ônibus. Muitas das vezes, os passageiros sequer são avisados da mudança e são pegos de surpresa. Com a colaboração do pesquisador Luiz Dória, vamos citar algumas linhas ou itinerários que foram mudados ou simplesmente extintos de nossa cidade.

432 (Nilópolis x Bangu)

FEITAL

Foto: Reprodução da Internet Foto: Divulgação

Até a década de 90 era possível embarcar em um ônibus para Bangu no Terminal Rodoviário de Nilópolis. Operada pela empresa Feital, a linha 432 foi transferida por ordem do DETRO (órgão que regula as linhas de ônibus intermunicipais) para a empresa Nossa Senhora da Penha, que transferiu o ponto final para Nova Iguaçu, transformando-a em Nova Iguaçu x Bangu, fazendo com que os nilopolitanos tenham que, muitas vezes, embarcar em ônibus que já vem cheios.

546 (Nilópolis x Praça Seca)

NS PENHA

Foto: Reprodução da Internet Foto: Divulgação

Oficialmente registrada no Governo do Estado como tendo seu ponto final no Terminal Rodoviário de Nilópolis, a linha operada pela empresa Nossa Senhora da Penha, na verdade parte do Terminal de Nova Iguaçu, como Nova Iguaçu x Praça Seca, em duas versões, uma indo direto e outra passando por dentro da Vila Militar.

717L (Mesquita x Deodoro)

NILOPOLITANA

Foto: André Neves Foto: Divulgação

Esta ai é uma grande confusão de números e itinerários. Raramente vista, esta linha, operada pela empresa Nilopolitana, é uma parcial da 433 (Nova Iguaçu x Deodoro), que mais tarde foi esticada até Sulacap e circula até hoje, porém, não estranhe se ver nas ruas os ônibus da empresa com as vistas 719L (Mesquita x Sulacap). Oficialmente, de acordo com o DETRO, a empresa pode operar as linhas 717, 433 e 719, tanto para Deodoro quanto para Sulacap, e ainda a 431L, que seria Nilópolis x Deodoro.

107I (Nilópolis – São João de Meriti (via Nova Cidade))

SANTA TEREZINHA

Foto: Roberto Marinho de Souza Foto: Divulgação

Oficialmente existe, mas na prática foi fundida com a linha 437I, que na tabela do DETRO, seria Nilópolis x Vilar dos Teles, porém nas ruas, a empresa Santa Terezinha, opera como Nilópolis x Coelho da Rocha.

133B (Nova Iguaçu – Central)

Era uma opção para quem morava nos bairros de Olinda e Santos Dumont. A linha, que era operada pela Trans1000, foi extinta em meados do ano 2000.

152B (Nilópolis – Central (via Via Light))

TRANS1000

Foto: Pablo Vieira Foto: Divulgação

Registrada oficialmente desta forma, a linha era operada pela empresa Trans1000 como Nilópolis x Pavuna e mais recentemente foi fundida com a linha 651B (Mesquita x Metrô Pavuna). Rara de ser vista, os intervalos entre os ônibus chegam a ser de pelo menos 60 minutos.

103I (Pavuna – Nilópolis (via Portugal Pequeno))

ÔNIBUS FLORES

Foto: Roberto Marinho Foto: Divulgação

Oficialmente registrada desta forma, a linha operada pela empresa Flores, roda como Shopping Grande Rio x Nilópolis, passando também pela Pavuna.

478B (Mesquita – Passeio (via Chatuba))

Registrada oficialmente desta forma, porém a empresa Trans1000, só opera como Mesquita x Central. Quem quiser completar a viagem até o Passeio, deve fazer baldeação em ônibus da linha 003 (Nilópolis x Passeio).

452T (Duque de Caxias – Muriqui (via Nova Iguaçu))

EXPRESSO MANGARATIBA

Foto: Reprodução da Internet Foto: Divulgação

Operada pela empresa Expresso Mangaratiba, a linha costuma rodar apenas no verão.

475B (Nilópolis x Tijuca)

Surgida como Praça Varnhagem x Nilópolis, a linha que era operada pela empresa Trans1000 sucumbiu após a inauguração do Metrô na Pavuna. Alegando poucos passageiros, a empresa desativou a linha.

Paiol x Central

MAGELI

Foto: Reprodução da Internet Foto: Divulgação

Era uma linha operada pela empresa Mageli com horários específicos de partida da Praça Central do bairro Paiol. Foi extinta no início da década de 90.

428I (Mariópolis x Austin)

Era operada pela empresa Nilopolitana no início de 2000, até alguns anos mais tarde, o governo ter impedido a empresa de fazer o itinerário, obrigando-a a retornar para o itinerário original que vai do Cabral até Comendador Soares. A linha também já foi Cabral x Austin e teve uma variante que ligava o Cabral até a Praça Santinha, em Anchieta, que foi desativada recentemente.

431I (Nilópolis – Juscelino)

SÃO FRANCISCO

Foto: Thalles Gonçalves Foto: Divulgação

Oficialmente registrada desta forma, a linha, operada pela empresa Expresso São Francisco, foi esticada para Nova Iguaçu.

Augusto Paris x Bairro da Mina

A linha municipal operada pela Expresso São Francisco fazia a ligação do bairro Nossa Senhora de Fátima à Olinda e surgiu da linha Augusto Paris x Rodoviária. Foi extinta no início dos anos 2000.

Soares Neiva x Nova Cidade

Experiência feita em 2011 pela empresa Expresso São Francisco que unia as linhas Soares Neiva x Rodoviária e Nova Cidade x Prefeitura. Durou apenas uma semana, sob a alegação de falta de demanda.

Nilópolis x Central (Via Madureira)

TRANS1000

Foto: Reprodução da Internet Foto: Divulgação

Até o final da década de 80 era possível fazer o mesmo percurso dos trens do ramal Japeri da SuperVia usando os ônibus da empresa Trans1000. A linha que saia da Rodoviária de Nilópolis só circulava entre 22h e 5h e servia para suprir a falta de circulação dos trens nesse período. Era parte de um programa do Governo do Estado que privilegiava o oferecimento de transportes públicos 24h por dia. O programa acabou e a linha também. O mesmo destino teve as linhas que ligavam a Central aos bairros de Cosmorama e Vila Emil, em Mesquita e que tinham Nilópolis como parte do percurso.

Conhece alguma outra linha que existia no município e que foi extinta ou teve o seu itinerário alterado ? Conte sobre ela na nossa seção de comentários.

Compartilhe

Opiniões

2 Opiniões e comentários para “ Linhas de ônibus extintas prejudicam moradores de Nilópolis ”

  1. Pedro Roberto

    Pedro Roberto

    TRANS1000 É CAMPEÃ DE EXTINÇÃO DE LINHAS HEIN!